Numa época em que o relativismo continua presente no pensar e agir do homem, a procura da Verdade, como horizonte da fé́, através da Razão, ocupa na vida de muitos consagrados um lugar primordial. Sem duvidas, o problema que envolve a questão da verdade e da salvação, são questões que põe em jogo o destino da humanidade. 

O tema provocador da “Formação da Consciência Moral”, não se reduz a fazer uma visita em um mero código de prescrições e proibições ensinado pela Igreja a fim de manter as pessoas obedientes em detrimento da sua liberdade. Ele procura sobretudo responder ao anseio do coração humano pela verdade e o bem, oferecendo ao homem um roteiro que, quando seguido, faz essa aspiração crescer e fortalecer-se sob a luz do Evangelho. 

É importante lembrar que quando falamos de “moral católica”, precisamos pensar que ela não é opressiva por natureza, nem conservadora por princípio: ela busca educar para o crescimento. Esta é sua verdadeira missão. É um estudo do comportamento humano à luz do Evangelho.